Site Overlay

‘Bitcoin morreu’? Busca pelo termo fogo, mas rede segue intacta

*Artigo

O bitcoin (BTC) fechou o mês de junho com queda de 37%, e registrou o pior trimestre da história. Por isso, o sentimento dos investidores, principalmente dos novatos no mercado de criptomoedas, é o mais dismal de todos os tempos.

O “Google Trends”, que permite visualizar a quantidade histórica de buscas por uma determinada palavra ou termo, mostrou que a busca pelo termo “bitcoin morreu” coincidiu com a queda do preço da moeda para menos de 20, dada a partir do mês de junho. 

Fonte: Google Trends

Na verdade, a busca não é para toa, já que a criptomoeda caiu 57% no trimestre de 2º, período marcado por temores de possível falência de empresas do setor em meio a um intenso processo de desalavancagem financeira.

Por que o bitcoin está caindo?

É possível sugerir explicações diversas para a mais recente queda de bitcoins. No entanto, geralmente, o movimento nada mais é do que uma rodada de quatro anos de negociações, que termina em fortes correções.

O intervalo coincide com os halvings, períodos em que a taxa de recompensa para mineração dos blocos na rede cai pela metade. 

Bitcoin Mining é um mecanismo feito pelos mineiros (validadores de validadores) da rede. Através dele, além de validação e registro de transações, novas moedas são emitidas.

No entanto, o evento pode ter sido acelerado pelas decisões da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) sobre a inflação americana e, especialmente, pelo melting of the land ecosystem (LUNA).

Quanto da bitcoin é motivo de preocupação? 

Analisando os ciclos passados das principais criptomoedas do mercado, BitcoinIsDeadreportado, bitcoin já foi dado como “morto” pelo menos 385 vezes desde a sua ideação, em 2010-mas “passa bem”.

Fonte: BitcoinIsDead site, dia 03/04/2022/Reprodução.

Fly analyzing, a queda do preço do bitcoin é um movimento de desespero. Ela nada mais é que um reflexo de certo abalo psicológico dos investidores iniciantes e especulativos, que perderam a confiança de que a moeda estará sempre em um ciclo ascendente no médio prazo.

No entanto, apesar da volatilidade da cotação, a rede de bitcoins, com 13 anos de história ininterrupta de operação, permanece intacta.  

É importante manter a tranquilidade e aproveitar a oportunidade da queda como, a longo prazo, todos os investidores que compraram a criptomoeda e mantidos em carteira por pelo menos 4 anos, nunca perderam dinheiro.

*Mayara é co-autora do livro “Trends-Mkt in the Digital Age”, publicado pela editora Gente. Multidisciplinar, apaixonado por tecnologia, inovação, negócios e comportamento humano.

*As informações, análises e opiniões contidas neste artigo são de inteira responsabilidade do autor e não do InvestNews.

Veja também